• Thomaz Bignotto

Surgimento do Velório

Existem diversas versões e histórias sobre a origem do velório. Em geral, estas descrições históricas mostram que os velórios surgiram após o costume de enterrar ou sepultar mortos, e por algumas possíveis razões curiosas.

Costume pode ter surgido na Idade Média


Fontes históricas demonstram que esse tipo de ritual tenha origem na Idade Média, por conta do hábito de ingestão de bebidas em copos de estanho. A mistura do álcool e do metal poderia causar efeitos colaterais com aspectos de narcolepsia (sono incontrolável e profundo), e as pessoas tendiam a acreditar que o indivíduo desmaiado poderia estar morto.


Para evitar o sepultamento de pessoas ainda vivas, o “corpo” era recolhido e depositado sobre uma superfície (mesa, cama, entre outras). Aí então começava a vigília para verificar se o “falecido” acordaria ou não. Como esse processo era realizado em ambientes iluminados por velas, já que não existia luz elétrica, o termo velório pode ter surgido daí.


Atualmente, cada religião ou cultura tem seu próprio modo de velar os mortos. Algumas acreditam que o ritual deve ter duração mínima de 24 horas, pois o espírito precisa deste tempo para se desprender do corpo físico, por exemplo.


Em alguns países, como na Suíça, os hospitais permitem que corpo fique em uma sala refrigerada e receba a visita de parentes e amigos. Há também pessoas que encaram a morte de uma forma divertida e desprendida: basta ver os exemplos como o do rapaz que pediu para ser velado sobre sua moto em Porto Rico, e até mesmo um brasileiro que quis ser velado em um bar junto aos amigos, com roda de samba e cerveja para todos.


Existem também funerárias que desenvolvem formatos curiosos de caixões para velórios, conforme uma demanda de pessoas que cada vez mais tendem a lidar com o falecimento de forma natural e bem-humorada. Urnas com glitter, em formato de caixas de cigarro, de carros, com estampas de marcas de cerveja, além dos caixões de luxo, que podem custar verdadeiras fortunas.



Texto retirado do site: https://www.coroasparavelorio.com.br/blog/curiosidades-sobre-velorios/

Escrito por Eduardo

Postado na data 14 de agosto de 2018


12 visualizações

T4 Administrações em conjunto com Industria de Urnas Bignotto.

Criado orgulhosamente com Wix.com