• Thomaz Bignotto

Funerais pelo mundo


Você sabe como são os costumes funerários de outros países?

Vamos falar um pouco de como são estes costumes e como eles são diferentes do Brasil.



Funeral na Alemanha


Diferentemente do Brasil, a preparação do corpo na Alemanha pode durar dias ou até semanas - isso vai depender, também, do calendário da funerária. Após a cerimônia, os familiares e amigos se reúnem em um restaurante para realizar uma especie de confraternização fúnebre, que é chamada "Leichenschamaus", em alemão. Não comparecer ao evento é considerado desrespeitoso.




Funeral no México


Na cultura mexicana, a morte é vista como uma forma de libertar a vida das vaidades. No pais, o dia de finados, ou dia dos mortos, é comemorado como uma festa, com direito a festivais da tradição indigna Asteca, costumes que se unem às crenças católicas.

Podemos ver essa festa retratada no filme "Viva a vida é uma festa" da Disney Pixar, que retrata a cultura mexicana com maestria.




Funeral na Itália


Assim como na Alemanha, existe uma confraternização em volta do funeral. Entre os italianos, geralmente os funerais acontecem em casa e podem durar até uma semana. A intenção é que todos possam se despedir do falecido.









Funeral nos EUA


Na hora do enterro, nos Estados Unidos, é comum que parentes e amigos deixem no caixão objetos que indiquem sua relação com o falecido. Alem disso, são rotineiras as homenagens, como mural de fotos, para o ente querido.

Assim como na cultura europeia, o corpo leva dias para ser preparado. A intenção é acalmar os familiares e dar a oportunidade para quem está longe chegar ao local do enterro.

Após o velório, são comuns recepções com buffet na casa dos familiares do falecido.


Funeral na Russia


Na Russia, o funeral é uma reunião muito alegre, com pessoas vestindo roupas coloridas. O preto, muito usado no Brasil, não é bem-vindo!











Funeral no Japão


Os funerais no Japão acontecem em casa. É uma cerimonia onde o silencio e o respeito imperam.

O trabalho que no Brasil é feito por um tanatopraxiata, ou seja, a preparação do corpo para o velório, é feito muitas vezes pelos próprios familiares do falecido em sinal de respeito e honra.





O que você achou dessas diferentes culturas funerárias? Deixe nos comentários o que achou e qual das culturas você acha que melhor seria aceita no Brasil.


97 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

T4 Administrações em conjunto com Industria de Urnas Bignotto.

Criado orgulhosamente com Wix.com